Naufrágio: corpos encontrados em operação de reflutuação são identificados

Dos cinco corpos resgatados, três foram identificados. Outros dois aguardam exame de DNA para reconhecimento.

Politec é o órgão responsável pela identificação dos corpos - Foto: Maksuel Martins

A Polícia Técnico-Científica (Politec) já identificou três dos cinco corpos resgatados na operação de reflutuação do navio Anna Karoline II. Trata-se de uma criança, natural de Macapá (AP), e duas mulheres, ambas de Santarém (PA).

O diretor-presidente de Politec, Salatiel Guimarães, explicou nesta terça-feira, 14, que os corpos da criança e de uma das mulheres já foram liberados, enquanto o outro corpo aguarda a liberação.

A Politec ainda trabalha no reconhecimento dos outros dois corpos.

“Eles estão em estado avançado de decomposição, por isso o trabalho requer exame de DNA, o que pode levar até 15 dias”, detalhou Salatiel. Após a identificação, os corpos serão liberados para as famílias.

O processo de reflutuação foi realizado por uma empresa contratada pelo Governo do Estado e encerrou no dia 6 de abril. Com o trabalho, o número de vítimas fatais totaliza 39. A origem das vítimas é Pará (19), Amapá (16), Santa Catarina (01) e França (01).

Outras 51 pessoas sobreviveram ao naufrágio ocorrido no dia 29 de fevereiro, no sul do Amapá. Durante todo o período de buscas o Estado esteve presente no local do acidente atuando no resgate de vítimas e prestando assistência aos familiares e sobreviventes. Fonte: GEA